quinta-feira, 30 de junho de 2011

RONDA DE CAMOCIM EVITA TRAGÉDIA DURANTE AÇÃO DA GANGUE DOS GÊMEOS

EM INVASÃO À RESIDÊNCIA, MORADORA 
É FERIDA E GANGUEIRO É FURADO A GOLPE DE FACA 
Policiais do Ronda do Quarteirão de Camocim, da viatura 2718, foram acionados por volta das 23:00h desta terça-feira (28), através de uma ligação anônima que denunciava uma briga envolvendo a Gangue dos Gêmeos, no Bairro Jardim das Oliveiras. De acordo com as informações dos populares, cerca de 15 integrantes dessa gangue foram avistados pelas ruas do bairro  iniciando uma espécie de "arrastão". Com apoio da outra viatura do Ronda, a de prefixo 2717, além de uma equipe da Força Tática de Apoio, os policiais se dirigiram ao local e começaram a empreender diligências no sentido de encontrar os suspeitos. 

Instantes depois, os policiais do Ronda, Dário, Viana e Fernandes se depararam com uma aglomeração e iniciaram uma averiguação no intuito de saber o motivo. 
Foi quando acharam um sujeito deitado com uma perfuração à faca nas costas. De imediato, foi providenciado o socorro do mesmo até o hospital Murilo Aguiar. Lá, o indivíduo foi identificado como sendo um dos integrantes da Gangue dos Gêmeos. 'Pinguim' (grave bem esse nome pois ele é responsável por 'plantar o terror' naquele bairro) foi atingido ao tentar invadir uma residência. O morador, que feriu "pinguim", fugiu em seguida (e era doido de ficar lá?). Segundo o médico, o atendimento rápido impediu a morte do "gangueiro", que tem apenas  17 anos.
De volta ao local da invasão, os soldados Reis, Joelmo e Albuquerque, da viatura 2717, acabaram apreendendo 4 menores envolvidos na ocorrência.  Os militares encontraram a casa que foi invadida completamente revirada. Em conversa com os proprietários, conseguiram confirmar a participação dos 4 menores, além do que estava no hospital. Na ação, uma anciã (dona da residência) foi atingida por uma pedrada na altura da cabeça. Ela foi levada ao hospital, medicada e já recebeu alta. Informações repassadas através de denúncias apontam que outro integrante da gangue saiu ferido, no entanto, este teria sido carregado pelos comparsas, os próprios 'Gêmeos', conseguindo escapar. Os quatro menores foram conduzidos à Delegacia Regional de Polícia Civil,  onde foram ouvidos, todos acompanhados pelos seus  respectivos responsáveis. Depois, como exige a lei, foram liberados. Durante toda a noite, viaturas policiais perseguiram os demais acusados, mas sem obterem êxito, cessaram as diligências.
Postar um comentário