quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Municípios ampliam ações de segurança

Municípios criam secretarias de segurança


As três maiores cidades do interior do Ceará (Juazeiro do Norte, Sobral e Canindé) já contam com secretarias municipais de segurança. O poder de polícia é restrito a órgãos federais e estaduais, mas a medida dos municípios visa promover ações de prevenção e de repressão.
Segundo o Ministério da Justiça, 56 municípios já contam com guardas municipais. Cidades médias e pequenas também criaram suas secretarias, como Eusébio (46.033 habitantes) e Reriutaba (19.455 habitantes).
A Secretaria Municipal de Segurança Pública e Cidadania (Sesp), de Juazeiro do Norte, reúne as estruturas da guarda municipal, departamento de trânsito e defesa civil. O secretário do órgão, Cláudio Luz, explica o funcionamento:
- O papel é dar suporte à Polícia Militar em crimes de menor potencial ofensivo, como agressão e danos ao patrimônio. Nas escolas e nos programas de saúde da família, trabalhamos o estabelecimento da ordem.
O secretário considera que a participação do município na segurança pública é polêmica, mas salienta que cada instituição deve fazer sua parte.
- Nossa opinião é que os municípios fazem segurança pública, pois custeiam grande parte dos gastos por meio de convênios.
Criada há dois anos, a Secretaria Municipal de Segurança Pública e Cidadania do Eusébio, na Região Metropolitana, atua na proteção do patrimônio público e da ronda escolar. O secretário Lauro Leite explica que a presença da guarda em praças, escolas e eventos inibe a ocorrência de pequenos delitos.

Com informações do O Povo via camocimimparcial
Postar um comentário