quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Cid Gomes expõe Plano de Mobilidade Urbana


O governador Cid Gomes apresentou nesta quarta-feira (07), na Assembleia Legislativa do Ceará (AL), o Plano de Mobilidade Urbana do Governo do Estado. O Projeto compreende a conclusão da Linha Sul do Metrô de Fortaleza, adequação e modernização da Linha Oeste, e a implantação da Linha Leste e do Ramal Parangaba-Mucuripe, que está dentro do Projeto de obras estruturantes de preparação de Fortaleza para a Copa do Mundo de 2014. As informações são Governo do Estado do Ceará. 
Sobre o Plano de Mobilidade Urbana, o governador explicou detalhes da conclusão das obras Linha Sul do Metrô, que deverá estar concluída no final de 2012. A Linha Sul do Metrô de Fortaleza vai ligar Pacatuba ao Centro de Fortaleza ao longo de 24 km de extensão em via dupla, sendo 18 km de superfície, 3,8 km subterrâneo e 2,2 km em elevado.  No próximo sábado (10), o governador e deputados percorrerão parte do percurso da Linha Sul.  
O Ramal Parangaba-Mucuripe vai ser operado com veículos leves sobre trilhos (VLT) e fará a conexão ferroviária de 12,7 quilômetros entre a Estação Parangaba e o Porto do Mucuripe. Serão 11,3 km em Superfície e 1,4 km em elevado. O Ramal Parangaba Mucuripe passará por 22 bairros da cidade e beneficiará 90 mil passageiros/dia, conforme informações de Cid Gomes. 
- Só em engenharia está previsto um investimento de R$ 205 milhões. Esse Projeto já está em fase de licitação e os trens já foram adquiridos. 
Segundo ele, a implantação do Ramal prevê ainda uma segunda etapa, que é a eletrificação da Linha. Sobre as desapropriações para sua implantação, Cid Gomes destacou que cerca de 2.900 famílias, das 3.700 que residem na área, serão indenizadas e realocados pelo Governo do Estado. 
- Cerca de 90 mil pessoas passarão diariamente pelas nove estações do Ramal. 
Já a Linha Leste vai atender à região da Zona Leste, ligando o Centro de Fortaleza ao Bairro Edson Queiroz, passando por diversos centros comerciais e financeiros. A Linha deve ter 12 estações e a extensão de 12,4 quilômetros, todos em subterrâneo. 
Segundo o Governador, cerca de 400 mil pessoas, por dia, deverão fazer esse trajeto (o traçado da Linha deve seguir da Estação Central Xico da Silva até o bairro das Seis Bocas). A nova linha também vai se integrar com as Linhas Sul e Oeste do Metrô e a toda rede de transporte público de passageiros da Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). O valor previsto para o empreendimento é de R$ 3 bilhões. 
- Nessa Linha o Governo do Estado prevê desapropriar imóveis privados para que sejam construídas estações subterrâneas. E construções verticais, como salas comerciais, também serão construídas para que possam ser exploradas e isso dê um retorno para o patrimônio do Metrô. Isso vai passar por um rigoroso processo jurídico e é uma uma medida de grande economia. A minha intensão será sempre de economizar para o poder público.
A Linha Oeste, que liga Caucaia a Fortaleza, passou por obras de melhorias da via permanente (recuperação de 17 quilômetros de via e duplicação de 2,5 quilômetros), reforma das 10 estações, sinalização das passagens de nível, recuperação de quatro locomotivas e de 31 carros de passageiros e ainda aquisição de seis veículos leves sobre trilhos (VLTs), entregues a população em junho deste ano. Cerca de R$ 124 milhões foram investidos nessas ações. Atualmente, uma média de 13 mil passageiros/dia é transportada em 46 viagens diárias.  
Após a apresentação, o Governador tirou dúvidas sobre obras e ações do Governo nas áreas do Turismo, Segurança, Saúde e obras de Saneamento de Água e Esgoto. 
Empréstimos consignados 
O Governador também explicou o funcionamento dos empréstimos consignados para servidores públicos estaduais. Segundo Cid Gomes, os servidores têm a disponibilidade de realizar a operação com o Banco Bradesco, já implantado quando assumiu o Governo do Estado, ou a Caixa Econômica Federal. 
- A Caixa é um banco público e eu pessoalmente busquei esse banco para que existisse uma concorrência e consequentemente prevalecesse os juros mais baixos para os servidores. 
Ainda segundo Cid Gomes, também em sua gestão, foi determinado que o servidor só podia adquirir o empréstimo com valor máximo correspondente a 30% do salário. 
- A pedido de associações dos próprios servidores, aumentar em mais 10% no caso de renegociação de dívidas.
Kits sanitários 
Cid Gomes também tirou dúvidas sobre o Projeto de instalação de kits sanitários em comunidades onde não existe banheiros. Segundo ele, um novo Plano de Estadual de Habitação, que inclui a construção também de fogões ecoeficientes, será apresentando pela Secretaria das Cidades. 
Estiveram na Assembleia também o secretários estaduais Ivo Gomes (Gabinete do Governador);  Nelson Martins (Desenvolvimento Agrário); Izolda Cela (Educação); Ferruccio Feitosa (Secopa); Adail Fontenele ( Infraestrutura); César Pinheiro (Recursos Hídricos); Mauro Filho (Fazenda); Professor Pinheiro (Cultura); Coronel Bezerra (Segurança); Bismarck Maia (Turismo); e o presidente da Ematerce, José Maria Pimenta.
Fonte: Cnews
Postar um comentário