segunda-feira, 11 de março de 2013

TCM FAZ INSPEÇÃO E NÃO ENCONTRA PRESTAÇÃO DE CONTAS DA UVC

Uma inspeção feita pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) constatou, no último dia 8, que a União dos Vereadores do Ceará (UVC) não apresentou prestações de contas do dinheiro recebido dos cofres públicos nos meses de setembro, outubro, novembro e dezembro de 2012 e nos meses de janeiro e fevereiro de 2013.

A informação, fornecida pelo TCM a pedido do cidadão Rafael Mota Reis, surge em meio a queda de braço na disputa judicial pelo comando da entidade. A sucessão do atual presidente Deuzinho Filho está na Justiça.

O vereador Audic Mota, da cidade de Tauá, conseguiu uma liminar que suspende as eleições porque a diretoria da entidade se recusou a fornecer a lista de vereadores e Câmaras Municipais com filiação à instituição.

Audic registrou chapa para concorrer à Presidência da UVC, mas pediu na Justiça explicações dos atuais dirigentes sobre o número de vereadores aptos a votar nas eleições. Ele cobra, também, transparência sobre os recurssos arrecadados e gastos pela entidade. O candidato apoiado pela situação é o vereador Marque Duarte, da cidade de Limoeiro do Norte.

A certidão fornecida pelo Tribunal de Contas dos Municípios, assinada pela secretária adjunta do órgão Ana Rosa Pinto de Macedo, marca mais uma etapa na briga pela direção da UVC, que, na semana passada, virou notícia por deixar de prestar contas dos recursos públicos que passam pelos cofres da entidade. Essa cobrança, feita pela procuradora do TCM, Leiliane Feitosa, se estendeu, também, aos dirigentes da Aprece  (Associação dos Prefeitos e Municípios do Ceará) e da Associação das Primeiras Damas dos Municípios do Ceará.

Postar um comentário