terça-feira, 21 de maio de 2013

CIRO: ´WAGNER É CHEFE DE MILÍCIA´


O ex-deputado federal Ciro Gomes denunciou, ontem, a existência de uma "milícia" ligada ao narcotráfico dentro da Polícia Militar do Ceará, e disse que esta é comandada pelo vereador Wagner Sousa (PR).

De acordo com ele, medidas estão sendo tomadas para impedir o prosseguimento desse grupo e que, para a Segurança Pública, pelo menos 25 pontos estratégicos estão sendo elaborados para diminuir os índices de violência no Estado.

Ciro Gomes admitiu que o aparato que o governador Cid Gomes montou para a Segurança Pública não tem surtido o efeito desejado e não foi suficiente para diminuir os números da violência. Por isso alguns quadros foram chamados para apresentarem novas ideias, principalmente, na Capital, que tem os maiores casos de homicídios e roubos do Estado.

De acordo com Ciro Gomes, já foi articulado pelo governador Cid Gomes e pelo secretário de Segurança Pública, Francisco Bezerra, um conjunto de 25 pontos considerados por eles para incrementar a política de Segurança Pública no Ceará. No entanto, Ciro não quis adiantar que medidas serão essas.

Segundo denunciou, existe dentro da Polícia Militar, uma milícia "atuando em afinidade com o narcotráfico e com bandidos". Há, inclusive, conforme disse, listas de pessoas "assaltáveis" para causar comoção na cidade. "Estamos achando um a um (integrantes) dessa milícia e vamos cortar a cabeça dessa cobra".

Segundo matéria do Diário do Nordeste, Ciro disse ainda que, o "chefe" da milícia é o vereador Wagner Sousa, do PR. "O chefe da milícia é esse Wagner. Esse vereador picareta", disparou ele, contra o vereador Wagner Sousa, que tem atuado como um dos principais opositores de Cid Gomes.

Questionado sobre uma possível paralisação da tropa da Polícia Militar, Ciro Gomes foi enfático; "cabeças rolarão".  

Com informações: diariodonordeste.globo.com



Postar um comentário