domingo, 22 de setembro de 2013

CAMOCIM: COMÉRCIO DA CIDADE VOLTA A REGISTRAR CIRCULAÇÃO DE NOTAS FALSAS.

O comércio de Camocim voltou a registrar a circulação de notas falsas desde o mês Julho deste ano. No último final de semana, ao menos duas notas falsificadas de R$ 100,00 foram identificadas pelo Banco do Brasil do município, que possui sistema de verificação de cédulas, as notas foram repassadas em uma papelaria que também é correspondente bancário do Banco do Brasil situado no bairro rodagem do lago em Camocim.

Segundo a atendente do estabelecimento, no final da manhã desta sexta-feira (20), uma garota tida como suspeita pagou um boleto bancário com três notas de cem reais, como estava na hora de fechar o estabelecimento para o almoço a atendente não se preocupou em analisar as notas, após o almoço a mesma foi até a agencia do Banco do Brasil para fazer o deposito no caixa interno quando foi informada que duas das notas eram falsas, de imediato foram tomadas as medidas cabíveis.

A informação que temos é que mais pessoas foram vítimas. A produção do blog ficou sabendo que mais dois comerciantes em Camocim foram vítimas dessa quadrilha, um próximo a Escola Gal Campos e outro no bairro Olinda. Percebe-se que os criminosos estão passando o falso dinheiro no comércio da periferia da cidade.

O alerta é para que comerciantes e consumidores fiquem atentos ao realizar compras e vendas na cidade. O fato acontece não apenas em Camocim, acredita-se que outros comerciantes de outras cidades também estão sendo vítimas. “A policia recomenda, ao primeiro sinal de dinheiro falso ligar imediatamente para o 190”.

A orientação é para que os comerciantes verifiquem com atenção os elementos dispostos em cada cédula para comprovar sua legitimidade.

Gerações das cédulas do Real para efeito comparativo
Foto: Divulgação
Notas da 1ª família do real (1994)

 - Verificar marca d’água;
- Observar imagem latente (no canto inferior esquerdo, para visualizar as letras “B” e “C”);
- Observar estrela do Símbolo das Armas Nacionais (os símbolos dos dois lados devem se ajustar exatamente ao mesmo desenho);
- Sentir o papel e a impressão com os dedos (o papel verdadeiro é menos liso e existe relevo na figura da República, a efígie, onde está escrito “BANCO CENTRAL DO BRASIL” e nos números do valor da cédula);

Notas da 2ª família do Real (2010)

 - Verificar marca d’água;
- Descobrir o número escondido (com a nota na posição horizontal em local com bastante luz, é possível ver o número correspondente ao valor dentro do retângulo no lado direito);
- Verificar a faixa holográfica à esquerda da frente da cédula (na nota de R$ 50,00, por exemplo, a figura da onça fica colorida, o número 50 e a palavra REAIS se alternam dentro do desenho da folha);
- Sentir o alto-relevo (há relevo na legenda “REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL”, nas extremidades laterais, no numeral do canto inferior esquerdo e numeral do canto superior direito para as notas de 50 e 100).


O dinheiro suspeito pode ser apresentado a uma agência bancária, que se encarregará de encaminhá-lo para análise pelo Banco Central. A falsificação é crime previsto pelo artigo 289 do Código Penal, com pena prevista de 3 a 12 anos de prisão. Quem tentar colocar uma cédula falsa em circulação depois de tomar conhecimento de sua falsidade, mesmo que a tenha recebido de boa fé, pode ser condenado a uma pena de 6 meses a 2 anos de detenção.


Postar um comentário