sábado, 12 de abril de 2014

VICE-PREFEITO DE MARACANAÚ DEIXA A CADEIA

Depois de passar aproximadamente 20 dias preso, na Delegacia de Capturas em Fortaleza, o vice-prefeito de Maracanaú, Carlos Eduardo Bandeira de Mello, foi solto na manhã de ontem, 11. Carlos Bandeira é acusado de comandar um esquema de fraudes em licitações, que chega a R$ 45 milhões. Ele que também é secretário de Infraestrutura de Maracanaú, é acusado de centralizar a atuação de quatro construtoras que se revezaram para se beneficiar de licitações em Maracanaú desde 2007. O esquema veio à tona em março deste ano, após operação do Ministério Público do Ceará (MP-CE) em parceria com as Policias Civil e Militar.

De acordo com a denúncia do Ministério Público, quatro empresas de construção, combinavam para se beneficiar de licitações no município. O MP afirma ter havido casos em que as empresas passavam por mudanças para se adequar aos termos de determinadas licitações antes mesmo que os certames fossem divulgados.

Além do vice-prefeito, outras 11 pessoas também foram detidas acusadas de envolvimento no esquema, incluindo membros da Comissão de Licitações e de Fiscalização da prefeitura de Maracanaú, um coordenador da Secretaria de Infraestrutura do Município, o irmão do vice-prefeito e sócios das empresas suspeitas. Somente o vice-prefeito continuava preventivamente detido.



Postar um comentário