quinta-feira, 16 de abril de 2015

MORTE DE DÁRIO CAMPOS FEIJÓ COMPLETA CINCO ANOS HOJE



Há 05 anos, uma sexta-feira 16 de abril, morreu aos 70 anos Dário Campos Feijó, vítima de um câncer. Por décadas Dário foi um dos grandes lideres de Martinópole, deixou sua marca firme e entusiasmada na história da política martinopolense. Foi prefeito de Mertinópole e conseguiu eleger Liduina de Melo, sua candidata a prefeita em 1988. Uma maneira particular de falar ao povo, de fazê-lo ter na memória os seus jargões e frases e discursos, mesmo cinco anos depois de sua morte.
 
Sempre que alguém ia procurá-lo até para pedir uma ambulância, um carro, ele dizia: NÃO TENHO CONDIÇÕES.
 
Para alguns, Dário foi um dos piores prefeitos que martinópole teve, mas para outros não foi bem assim, ele era sincero e tentava ser justo. Porém, morreu esquecido, e a lista de ingratidão.
  
Apesar de ter sido um grande líder, nunca teve o apoio da elite local(ou seja das pessoas que tinham um poder aquisitivo maior) porque Dário já chegou ao poder sendo discriminado. Antes de entrar na política era um camponês que tirou do poder os dominantes da Época.

Informações:Martinopole Livre, Memorial Simeão Moreira e Noticias.Uol
 
Postar um comentário