quarta-feira, 9 de setembro de 2015

EDITORIAL - SERVIÇO DE RECOLHIMENTO DE ENTULHOS, QUEM É O RESPONSÁVEL?




Uma prática que vem se tornando corriqueira na cidade de Martinópole é que muitos moradores depositam entulhos nas vias públicas, em frente a suas casas ou nas calçadas. Apenas jogam o entulho e esperam que o recolhimento desse material seja feito pelo o município, alguns não tem se quer a consideração de solicitar o serviço. Hoje flagramos servidores da empresa de limpeza publica de Martinópole recolhendo entulho que estava jogado no canteiro central próximo a um posto de saúde. Perguntamos se o dono do entulho tinha solicitado o serviço de recolhimento. Disseram-nos que não.

Quem está construindo ou reformando costuma jogar entulhos pelas calçadas sem avisar o Departamento de Limpeza Pública. Desta forma, o lixo costuma ficar vários dias exposto nas calçadas, causando incômodo para pedestres, sendo espalhado pelas ruas e deixando um visual desagradável na cidade.

O serviço de recolhimento de entulhos para terceiros, realizado com maquinário e mão de obra da prefeitura deve está explicito na legislação municipal, deve ficar claro o procedimento a ser seguido. Acreditamos que muitos cidadãos martinópolenses desconhecem o Código de Posturas da prefeitura de Martinópole, no que diz respeito a descarga de entulhos nas ruas da cidade. Se é que existe.

Sinceramente desconhecemos a legislação municipal que trata desse assunto, mas acreditamos que é possível o município deixar isto claro a população, publicando no sitio da própria prefeitura.

Finalizamos este, deixando claro que o intuito do editorial é sensibilizar os munícipes e manter a cidade com aspecto limpa e organizada, sem deixar que calçadas e vias públicas fiquem tomadas por entulhos, que as pessoas procurem fazer as coisas de outra maneira, comunicando e solicitando os serviços formalmente.

Se não houver uma lei municipal para disciplinar a descarga de entulho, está mais do que na hora. Deixamos a dica para os dois poderes: Executivo e Legislativo.

Postar um comentário