segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

FERIADO DE ANO-NOVO DEIXOU 70 MORTOS NO CEARÁ, COM 49 HOMICÍDIOS E 21 ÓBITOS EM ACIDENTES DE TRÂNSITO



Pelo menos, 70 pessoas morreram de forma violenta no Ceará neste feriadão do Ano-Novo. Conforme os registros dos órgãos da Segurança Pública, entre o último dia 31 de dezembro do ano passado e o começo da madrugada desta segunda-feira (4.01), ocorreram no estado 49 casos de homicídios e mais 21 óbitos em acidentes de trânsito.

O Interior do Estado foi o responsável pela maioria das mortes violentas. No período, ocorreram nos Municípios interioranos 44 mortes, sendo 25 homicídios e 19 mortes em desastres automobilísticos, destacando-se o caso do acidente ocorrido na manhã do último sábado em Jaguaribara (283Km de Fortaleza), onde sete pessoas morreram numa colisão na BR-116, entre elas, cinco de uma mesma família.


Em Martinópole durante as primeiras horas do dia primeiro, dois motoqueiros se envolvem em um acidente de trânsito, com a colisão os condutores caíram violentamente. O servente de pedreiro Francisco Ferreira Miranda, 31 anos, sofreu fratura exposta na perna esquerda e várias outras lesões, sendo socorrido por uma ambulância ao hospital local, contudo, devido à gravidade das lesões veio a óbito momentos depois.

Em Camocim um homem morreu e outro ficou gravemente ferido após um acidente de trânsito ocorrido por volta da 18h40 também dia primeiro de 2016, na CE-085, mais precisamente na localidade de Flamenga dos Vitorianos, daquele município.

Já na Capital, 15 assassinatos e duas mortes no trânsito perfizeram um total de 17 mortes violentas no feriadão do Réveillon.

Na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), ocorreram nove homicídios nos seguintes Municípios: Caucaia (2), Maranguape (2), Aquiraz (2), Maracanaú, Itaitinga e Pacatuba.

Casos

O primeiro duplo homicídio do ano de 2016 ocorreu no Interior do estado. Foi no Município de Banabuiú, na região do Sertão Central (194Km da Capital), onde uma bria terminou em tiroteio dentro de um clube de forró denominado “Caldeirão”, na madrugada do último domingo (3). No incidente, dois homens foram mortos e mais três pessoas ficaram feridas. As vítimas foram identificadas, até o momento, apenas por Gonzaga e Raimundo.

Policiais morreram

Dois policiais morreram no feriadão do Ano-Novo no Ceará. O primeiro foi o policial civil cearense, mas pertencente à Instituição do Distrito Federal, Antônio Robério de Oliveira, 51 anos. Ele reagiu a um assalto na cidade de Beberibe, no Litoral Leste do estado (74Km da Capital), na noite do último dia do ano (31) e acabou morto a tiros pelos bandidos.

Já no começo da tarde do último sábado (2), por volta de 13 horas, o sargento da PM Sandovaldo da Costa Sousa morreu em um acidente de trânsito na estrada que liga os Municípios de Granja e Tianguá. O militar pilotava sua motocicleta retornando para casa quando perdeu o controle da mesma em uma curva e sofreu uma queda. Mesmo usando capacete, o militar sofreu traumatismo craniano e teve morte instantânea.

No Interior do Estados, foram registrados 25 homicídios ocorridos nos seguintes Municípios:

Beberibe (latrocínio), Russas (Distrito Flores), Sobral (Bairro Terrenos Novos), Aracati (Localidade Volta), Quixadá (Distrito Croatá), Varjota, Pires Ferreira, Tauá (Bairro Colibris), Paraipaba (Lagoinha), Ibicuitinga (Centro), Icó (Centro), Juazeiro do Norte/2 casos (bairros Antônio Vieira e Tiradentes), Banabuiú (duplo homicídio no Clube “Caldeirão”/Sede), Baturité (bairro Mundego), Itapajé (Localidade Santa Cruz), Tabuleiro do Norte (Sítio Limoeiro Verde), Tianguá, Senador Pompeu (bairro Cohab), Morada Nova, Missão Velha (Sítio Banco de Areia) e Parambu (Cococi).
 
Com informações:  Blog do Fernando Ribeiro

Postar um comentário