terça-feira, 24 de maio de 2016

CHAVAL E MARTINÓPOLE SÃO DESTAQUES EM COBERTURA VACINAL CONTRA GRIPE INFLUENZA.



A Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza no Ceará atingiu até as 15:20 desta segunda-feira 23, cobertura vacinal de 74,03% da população de 1.776.416 habitantes que deve ser imunizada contra a gripe no Estado, totalizando 1.429.709 pessoas vacinadas.

De acordo com os dados do Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SIPNI), dos 05 municípios da Regional-16, Chaval ultrapassou a meta nacional estabelecida pelo Ministério da Saúde de 80% de cobertura vacinal atingindo 93,96% da população-alvo da campanha.

Conforme a 8º parcial da campanha de vacinação contra a gripe divulgada segunda-feira, dia 23, Martinópole atingiu 74,76% contra a influenza. Deste modo, ficando acima da média estadual e regional.

Baseada em dados coletados no Sistemade Informações do Programa Nacional de Imunizações-SIPNI, (Regional-Camocim), o grupo com o maior percentual de cobertura vacinal no município de Martinópole é o dos trabalhadores de saúde que conseguiu atingir 95,80%, seguido das crianças com 76,23% e das gestantes com 73,81%. Veja:
A Coordenação Estadual de Imunizações prorrogou a campanha de vacinação até a sexta-feira, 27 de maio, exclusivamente para os grupos prioritários.
O Setor de Imunização informou que, durante o novo prazo, a vacinação continua voltada a indivíduos com 60 anos ou mais de idade, trabalhadores da área de saúde, povos indígenas, crianças na faixa etária de seis meses a menores de cinco anos (quatro anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais.

Casos da gripe (H1N1),

Este ano no Ceará, foram confirmados 20 casos de gripe A (H1N1), com oito óbitos, e há outros 20 casos sendo investigados. Dos 8 óbitos confirmados de gripe A este ano em seis municípios (2 em Caucaia, 2 em Fortaleza, 1 em Juazeiro do Norte, 1 em Sobral, 1 em Jaguaretama e 1 em Pereiro), nenhum havia se vacinado em 2015. Ou seja, não estavam protegidos contra o vírus. A vacina contra a gripe em 2016 protege contra Influenza A (H1N1), Influenza A (H3N2) e Influenza B. Na vacinação, o Governo do Estado garante as seringas e as vacinas são repassadas pelo Ministério da Saúde. 

Postar um comentário