quarta-feira, 10 de agosto de 2016

SEGUNDA EDIÇÃO DA PROVINHA BRASIL TERÁ APENAS VERSÃO DIGITAL

Neste ano, a segunda edição da Provinha Brasil terá apenas a versão digital e, no ano que vem, a avaliação será suspensa, segundo nota do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). O texto, assinado por Maria Inês Fini, presidente do órgão, informa que as decisões foram tomadas devido a restrições financeiras e "em razão das alterações curriculares que envolvem a Base Nacional Comum Curricular".

O exame existe desde 2008 e é destinado a avaliar a aprendizagem em Língua Portuguesa e Matemática de alunos do 2º ano do Ensino Fundamental de escolas públicas do país. Ela é aplicada pelas próprias instituições duas vezes ao ano, no início e no final. Ao contrário da Prova Brasil, a adesão à Provinha é opcional. A decisão de participar ou não é das secretarias municipais e estaduais de Educação.

As escolas que realizarão o exame poderão acessar o material da segunda edição no portal do Inep a partir do dia 15 de agosto. Dúvidas podem ser enviadas para o e-mail provinha.brasil@inep.gov.br.

Outra avaliação

No final de julho, o Inep anunciou a aplicação da Avaliação Nacional de Alfabetização (ANA), outra avaliação externa voltada para estudantes dos anos iniciais do Ensino Fundamental. O exame, que acontecerá entre 14 e 25 de novembro, analisa o aprendizado de alunos do 3º ano de todas as escolas públicas urbanas e rurais com pelo menos dez estudantes matriculados por turma.

Quando a ANA foi criada, em 2013, alguns educadores questionaram a necessidade da prova, uma vez que já existia a Provinha Brasil, cujos resultados chegavam mais rápido aos gestores e professores. A maior vantagem da ANA seria o caráter censitário e o maior controle do governo sobre essa etapa da escolarização.

Com Nova Escola

Atualidade em debate
Postar um comentário