quarta-feira, 16 de novembro de 2016

PREFEITURAS DO CEARÁ DEMITEM FUNCIONÁRIOS PARA EQUILIBRAR AS CONTAS



Em 16/11/16, 21:55- atualizada em 30/11/16, as 08:44

Com a corda no pescoço, vários prefeitos do Estado pisam no freio para reduzir custeio. Algumas prefeituras estão demitindo até comissionados. A lista de cortes inclui ainda diárias, passa pelo combustível e energia e chega até ao cafezinho. Várias prefeituras também já reduziram o horário de atendimento. A decisão tomada pelos gestores municipais, já era esperada por muitos servidores, visto que todos os anos acontecem o mesmo processo.


Em Martinópole, através de decreto, o prefeito rescindiu os contratos da maioria dos temporários no dia 31 de outubro, a medida, segundo a prefeitura, teve como objetivo convocar os concursados. Contudo, a Dra. Ticiane Silveira Melo, Juíza da  25º zona eleitoral, determinou que o executivo municipal readmitisse todos os servidores contratados temporariamente. No ultimo dia 25, através de portaria, o prefeito solicitou que todos os contratados se apresentassem em seus locais de trabalho até o dia 29 de novembro. 

Para algumas prefeituras do estado, os cortes nos gastos são para fechar as contas no azul e ficar em dia com a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) até 31 de dezembro, para outras, os cortes com prestadores e contratados, com combustíveis e materiais extras estão sendo feitos como forma de garantir o cumprimento das obrigações com o pagamento do décimo terceiro e da folha.

Segundo informações colhidas pelo Blog Acontece, as prefeituras dos municípios de Chaval, Camocim, Granja, Uruoca e outras dezenas do estado do Ceará já comunicaram os servidores sobre a rescisão dos contratos temporários, alguns encerram-se dia 30 deste mês.
Postar um comentário