sábado, 17 de dezembro de 2016

COM AFASTAMENTO DE JAMES BEL, MUNICÍPIO DE MARTINÓPOLE ESTÁ SEM PREFEITO



No município de Martinópole, o vice-prefeito José Jessé que tinha assumido o executivo municipal até 31 de dezembro, renunciou nesta sexta-feira 16; Na linha sucessória viria a presidente da câmara, mas  que também renunciou ao cargo de presidente juntamente com toda a mesa diretora da Câmara.




Após o afastamento do prefeito de Martinópole, James Bel, por determinação judicial, o Município deveria ser comandado pelo vice-prefeito, José Jessé de Castro, mas segundo ele, após tomar conhecimento da situação em que se encontra o município, resolveu renunciar o cargo.

A presidente da câmara de vereadores Rogisla e toda a mesa diretora renunciaram à linha sucessória e consequentemente ao cargo de prefeito.
Com isso, estabeleceu-se o impasse sobre quem assumirá a chefia do poder executivo, restando apenas o Poder Judiciário por ser neste momento o único poder constituído dentro do município.
Considerando o princípio da simetria, poderá o Juiz exercer a função de chefe do executivo, ou então, nomear um interventor. Mas Segundo informações, o mesmo, através dos servidores do Fórum da cidade se recusou a receber o ofício onde explicitava as razões que causaram as renúncias dos vereadores à linha sucessória municipal.

Enquanto isso, servidores contratados e efetivos do município estão sem orientação, sem saber como proceder diante da situação e a incerteza do amanhã.

Prefeito afastado

Na ultima segunda-feira 12, a Justiça afastou cautelarmente James Martins Pereira Barros do cargo de prefeito do Município de Martinópole após operação antidesmonte promovida pelo TCM-CE, em conjunto com Ministério Público do estado (MP/CE), Além dele, também foram afastados os secretários municipais Luiz Airton Rodrigues (Fazenda), e Aderaldo da Rocha (Educação). Os gestores são acusados do crime de improbidade administrativa.
Com informações MPCE - TJCE e TCM-CE
Postar um comentário