quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Mais de 500 benefícios do Bolsa Família no Ceará são cancelados




A inadimplência da freqüência escolar de alunos que integram beneficiários do programa Bolsa Família fez com que 544 famílias perdessem o benefício em julho deste ano, no Ceará. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (3) pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS). De acordo com os números referentes ao período, 1.043.352 famílias cearenses estavam cadastradas no programa.


No Brasil, 15 mil famílias ficaram sem o benefício pelo mesmo motivo. O MDS cancelou ainda 5,3 mil benefícios, neste caso, somente os valores referentes aos jovens de 16 e 17 anos. 
Para receber o repasse, é necessários que as famílias precisam cumprir contrapartidas de saúde e educação, com frequência mínima às aulas.
O Bolsa Família transfere renda a 12,9 milhões de famílias. Desse total, 297.441, pouco mais de 2%, tiveram filhos na faixa etária dos 6 aos 15 anos que não cumpriram a contrapartida de educação no período.
Embora o percentual seja pequeno, o descumprimento dos índices de frequência à escola é motivo de preocupação para o MDS, por considerar que a educação é dimensão importante para a melhoria de vida da população pobre.
Fonte: Ceará Agora, Via Granja Notícias
Postar um comentário