sábado, 22 de dezembro de 2012

MUNICÍPIO NÃO REPASSA VALORES DE PENSÃO ALIMENTÍCIA...


Recebemos hoje em nossa redação uma denuncia contra o atual prefeito de Martinópole no que diz respeita aos repasses de pensão alimentícia aos responsáveis conforme determinação judicial. É o caso da senhora Francineuda Alves dos Santos, responsável pelo menor das iniciais G.S.A.V., segundo a mesma o senhor Lane Ferro não fez o deposito da pensão referente ao mês de Novembro.

"Esta não é a primeira vez que isso acontece nos meses de agosto e setembro deste ano não foram repassados os valores até que o promotor de justiça enviasse o Ofício nº. 257/2012/1ª PJC, para o então prefeito da cidade de Martinópole para que se cumprisse tal determinação. Já estamos em Dezembro e até este momento não foi feito o depósito referente ao mês de Novembro. Toda vez que isso acontece tenho que procurar a justiça, pois é muito difícil encontra na prefeitura o responsável pelos pagamentos. Estamos no final de ano, as autoridades estão de recesso, assim não sei quem vai me ajudar, por isso estou procurando o blog no sentido de que os responsáveis se sensibilizem com o caso do meu filho que precisa da pensão...”. Alegou Dona Francineuda.


ENTENDA MAIS:

O servidor do município que paga pensão alimentícia por ordem judicial tem em salário um desconto fixado mediante o que ficou celebrado na justiça entre os pais do menor. O juiz envia um oficio ao gestor municipal para que seja descontado uma porcentagem do salário do funcionário e seja depositado em uma conta no nome da criança.

CONSIDERAÇÕES:

Caros amigos, os responsáveis para fazer estas transferências para as contas-pensão alimentícias não estão dando conta nem das outras atribuições, imagina cumprir com tais determinações. O mesmo aconteceu com o repasse dos empréstimos feito pelos servidores do município junto a Caixa Econômica Federal. Lembram? Então, tudo isso e muito mais faz com que o responsável, esqueça-se de cumprir tais obrigações. Isto se chama falta de planejamento.
Vivemos em mundo globalizado onde em apenas um Crick podemos fazer transações bancárias, se não funciona desta maneira então para que serve o débito automático e as autorizações via oficio para a gerencia do banco? Isto é falta de organização mesmo.

Estaremos à disposição dos citados nesta postagem para que se posicione sobre o caso.

Postar um comentário