sexta-feira, 6 de setembro de 2013

SINDICATO APEOC QUER ANULAÇÃO DO DECRETO MUNICIPAL QUE ESTABELECE AVALIAÇÃO PARA OS SERVIDORES MUNICIPAIS.

 Estiveram hoje em Martinópole participando de uma reunião organizada pela comissão local da Apeoc o coordenador regional do sindicato Antonio Junior, o advogado Ítalo Bezerra e o vice-presidente da entidade no ceará o Dr. Reginaldo Pinheiro.

A reunião teve como pauta principal o decreto do executivo municipal que trata sobre a polêmica da avaliação dos servidores municipais.

O vice presidente da Apeoc Reginaldo Pinheiro, disse que dentre todos os casos existentes no estado para ser resolvido o sindicato dará prioridade ao caso de Martinópole, disse também que considera ilegal a atitude do executivo do município por considerar fora do tempo tal avaliação. "Estamos movendo de imediato uma ação na justiça solicitando anulação do decreto" acrescentou Reginaldo.

O coordenador regional da Apeoc Antonio Junior em sua fala disse mais uma vez que o sindicato não é contra a avaliação, mas se opõe a realização da mesma por conta do tempo que transcorreu, disse ainda que considera um absurdo a medida do governo e por isso o sindicato solicitará anulação do decreto e que automaticamente seja dado aos servidores o documento de estabilidade.

Em alguns momentos os servidores presentes foram estimulados pelos representantes do sindicato a se manifestarem através das redes sociais, câmara municipal e movimentos nas ruas no sentido de chamar atenção das autoridades.

O professor Antonio Junior recomendou de imediato ao representante do sindicato na cidade Leonardo Paiva, a enviar oficio solicitando ao prefeito James Bél a participar de uma audiência publica.

Ficaremos a disposição para ouvir quaisquer que sejam os citados nesta postagem.


Postar um comentário