quarta-feira, 13 de novembro de 2013

ESTUDANTES DE MARTINÓPOLE NÃO FARÃO AVALIAÇÃO DO SAEB NESTA SEMANA

Pelo menos 7,6 milhões de estudantes dos ensinos fundamental e médio de todo o Brasil começariam neste último dia 11, a fazer as provas do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (Saeb). O exame é composto por três avaliações externas em larga escala e seria feito até o próximo dia 21.

Segundo informações colhidas pelo blog, no município de Martinópole as provas não estão sendo aplicadas como programado, tudo por que as avaliações não chegaram no prazo previsto, os técnicos da 4ª CREDE estão tomando as providências no sentido de rastrear por meio dos Correios os pacotes contendo as provas para que possa agendar novas datas para aplicação das avaliações no município.

De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), os resultados das avaliações oferecem subsídios para formulação, reformulação e monitoramento das políticas públicas de educação básica. Nas escolas públicas, o exame é universal, feito por todos os alunos.

O Saeb inclui a Avaliação Nacional da Educação Básica (Aneb) e a Avaliação Nacional do Rendimento Escolar (Anresc), também conhecida como Prova Brasil, feitas a cada dois anos, além da Avaliação Nacional de Alfabetização (Ana), aplicada pela primeira vez e que terá periodicidade anual.

A Aneb, com provas de leitura e matemática, será feita por 246 mil estudantes do quinto e do nono anos (quarta e oitava séries) do ensino fundamental regular e do terceiro ano do ensino médio das redes pública e privada.

A Prova Brasil, composta por exames de leitura e matemática, será feita por, aproximadamente, 4,7 milhões de estudantes. Participarão escolas com pelo menos 20 estudantes matriculados em turmas do quinto e do nono anos (4ª e 8ª séries) do ensino fundamental regular de escolas públicas das zonas urbana e rural. A última aplicação da Prova Brasil ocorreu em novembro de 2011, para 4,2 milhões de estudantes.

A Ana terá provas de leitura e escrita e de matemática. Serão avaliados em torno de 2,6 milhões de estudantes do terceiro ano do ensino fundamental de escolas públicas das zonas urbana e rural que estejam organizadas no regime de nove anos. O exame será aplicado em todas as turmas regulares e em uma amostra de turmas multisseriadas.

*Com informações do Ministério da Educação

Postar um comentário