quarta-feira, 13 de novembro de 2013

EXIGÊNCIA DO DIPLOMA DE JORNALISMO AVANÇA NA CÂMARA

A Comissão de Constituição e Justiça da Câmara aprovou nesta terça-feira (12) a admissibilidade da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) que torna obrigatório o diploma de nível superior em jornalismo para o exercício da profissão.

O texto será analisado agora por uma comissão especial que ainda será criada pela Casa, onde os deputados analisarão o mérito da proposta.

Se for aprovada, ela será votada em dois turnos pelo plenário da Câmara, sendo necessários 308 votos para ser aprovada. Se houver qualquer modificação no mérito da proposta, ela terá que ser analisada novamente pelo Senado, que aprovou a matéria em 2012.

Para o relator da proposta, deputado Daniel Almeida (PCdoB-BA), a volta da exigência do diploma para o exercício do jornalismo não apresenta irregularidades e não “ofende a liberdade de pensamento, de expressão ou de comunicação, independentemente de licença”.

A proposta aprovada pelo Senado assegura que os jornalistas sem diploma que já atuam na área possam continuar exercendo as suas funções, desde que comprovem que já trabalhavam antes da promulgação da PEC.

 
Fonte: Folha 



Postar um comentário