quinta-feira, 21 de maio de 2015

CONCURSEIROS CRITICAM NAS REDES SOCIAS ERROS NA ELABORAÇÃO DE QUESTÕES DAS PROVAS DA CONSULPAM



Questões mal elaboradas e gabaritos de questões idênticas, mas com alternativas assinaladas diferentes, assim foi mais uma prova da Consulpam Consultoria Público- Privada. Indignados, candidatos criticam na rede social Facebook erros na elaboração de questões e respostas nos gabaritos preliminares.

Como se não bastasse os erros nas provas para professor do concurso do município de Serrita – PE, agora foi a vez de Martinópole, desta, até resposta de questões IDÊNTICAS das provas de nível fundamental divulgadas pela Coordenação do Concurso estavam diferentes.
Para insatisfação de alguns candidatos a Consulpam divulgou em seu site as orientações para os interessados impetrar recurso contra questões das Provas Objetivas, sendo que tais recursos só poderiam ser feito via Correios, como se não bastasse tinha que ser por AR - SEDEX. O candidato que desejasse poderia entregar pessoalmente em Fortaleza, no endereço citado no Edital, nos dias 19 e 20 de maio de 2015.

-  Quem iria sair de Martinópole para Fortaleza para entregar tal documento?
- Dos candidatos de baixa renda, isentos do pagamento da inscrição, quem tem a sua disposição R$20,00 para pagar o SEDEX?
- Os erros são da Coordenação do Concurso e quem pagar o PATO é os candidatos.  Acreditamos que existe outra maneira simples e acessível a todos.
 - Por que o município não exigiu a presença de alguém da Consulpam durante dois dias para tirar as dúvidas e receber os recursos necessários? Isto foi feito em alguns municípios.

Sobre tais questionamentos temos que lembrar que a Consulpam ganhou a licitação, mas deve obedecer alguns critérios e princípios, pois o interesse público prevalece sobre o interesse individual, assim reza o princípio da SUPREMACIA DO INTERESSE PÚBLICO.

Com a palavra os citados.



Postar um comentário