sábado, 23 de maio de 2015

EX-PREFEITO DESTILAVA SEU VENENO CONTRA POPULAÇÃO, VEREADOR E VIGÁRIO DE MARTINÓPOLE



Um de nossos produtores estava vendo os vídeos no You Tube sobre Martinópole e encontrou um que chamou atenção, mostrou ao nosso editor o qual disse que uma publicação do tipo "Túnel do Tempo" seria bom para refrescar a memoria e levar um pouco de história política aos jovens martinopolenses, mas recomendou que não publicasse agora, porém resolvemos editar e publicá-lo.
O que nos chamou atenção foi a maneira como o ex-prefeito se expressava, as acusações feitas naquele dia contra um atual vereador que hoje é aliado de quem lhe acusara de crime.
Apelidado de coração bom percebeu-se que de bom não tinha nada, era explicita a revolta do ex-gestor municipal, com tom de voz característico de um ditador.

O prefeito disse frente a frente ao vereador Minoso, diante de toda bancada da Câmara e populares presentes que o referido legislador cometeu crime contra a Administração Pública, Peculato, pois se utilizou indevidamente de bem público.

- "O senhor presidente se apossou de um terreno da prefeitura... Comprou por cinco mil reais... Porque não tinha procedimento para fazer as coisas corretas, está ele aqui, ele não pode negar", afirmou o ex-prefeito Fontenele.

O vereador sem ter a chance de se defender, calado ficou.

Tratando-se da taxa de iluminação pública, o ex-prefeito disse que aqueles que não queriam pagar o que consumiam não lhe interessavam.

- "Se cada um quer consumir menos que apague suas luzes quando for dormir. Todas", acrescentou.

Ainda com a palavra sugeriu que aquele que não pudesse pagar seu consumo de luz que mandasse cortar.

Não satisfeito ainda, Fontenele destilou seu veneno  contra o vigário do município de Martinópole.

- "O vigário aqui da cidade, larga seus afazeres religiosos para encontrar solução aqui", completou.

Assista o vídeo AQUI

Fonte das imagens



Postar um comentário