sexta-feira, 29 de maio de 2015

PRESIDENTE DA CÂMARA DE GRANJA NEGA DIREITOS CONSTITUCIONAIS AOS VEREADORES DE TODOS OS PARTIDOS QUE COMPÕE A ATUAL LEGISLATURA.



O Presidente da Câmara de Granja nega direitos constitucionais aos Vereadores de todos os Partidos que Compõe a atual legislatura (PSD - PROS - SOLIDARIEDADE - SD).

 O Vereador Raimundo Félix apresentou requerimento para instalação de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito), cujo objetivo é investigar supostas fraudes em licitações, referente a reformas de escolas. Vale ressaltar que houve uma denúncia de um pedreiro (NONATO PEDREIRO) que empreitou a reforma da Escola José Glauberto, em Granja e segundo afirma o mesmo recebeu dinheiro em espécie das mãos do Prefeito ''ROMEU ARRUDA'', conforme informações do denunciante. Assim sendo, o Presidente da Câmara, Vereador Nicanor Frota Angelim, mais uma vez age de forma arbitrária, sem ouvir os colegas da mesa diretora da Câmara, sem observar a ''Constituição'', a ''Lei Orgânica'' e o ''Regimento Interno'' da casa, manda arquivar o requerimento de instalação da CPI.

Para instalação da CPI, basta as assinaturas de 1/3 (UM TERÇO) dos vereadores da casa. Tendo assinado o requerimento solicitando a instalação da CPI, os vereadores Raimundo Félix, Arnaldo Fontenele, Marcos Araújo, Milton Guilherme Veras e Francisco Ézio da Silva. Requerimento este que atente a todos os fundamentos legais para a criação e constituição de uma CPI, requisitos contidos no Art. 58, parágrafo 3º da Constituição Federal.


Postar um comentário