domingo, 8 de novembro de 2015

ANTES DE MORRER, INDIQUE UM ‘HERDEIRO’ NO FACEBOOK



Quantas pessoas você conhecia e depois de falecidas ainda continua com uma pagina no Facebook? O Facebook  possui uma opção que facilitar o processo da "vida virtual pós-morte" e permitir que as pessoas designem alguém para ser o responsável por suas páginas se o pior lhes acontecer. Pouca gente sabe, mas esta ferramenta existe desde fevereiro de 2015.

Pouca gente sabe, mas  você pode decidir o que vai acontecer com sua conta no Facebook depois que você morrer. Numa mudança de atitude, a rede social mais popular do mundo vai começar a permitir que seus membros designem alguém – que eles chamam de legacy contact (algo como “contato herdeiro”, em tradução livre) – para administrar partes de suas contas postumamente. Os usuários também podem optar por ter sua conta inteiramente apagada.

O Facebook e outros serviços de internet caminham numa corda bamba entre respeitar a privacidade do falecido e atender as demandas da sua família e amigos. No passado, o Facebook congelava automaticamente as contas dos usuários que a empresa descobria que tinham morrido, irritando parentes que queriam editar o perfil online do falecido. A rede social lançou as novas opções para os usuários dos Estados Unidos ontem, e vai fazer o mesmo para outros países mais tarde.

Pedir aos usuários para planejar uma vida digital após a morte talvez soe mórbido, mas pode esclarecer uma questão tanto legalmente quanto emocionalmente desafiadora.

Em 2013, o Google se tornou a primeira grande empresa de internet a permitir que os usuários escolhessem seus herdeiros digitais, chamados de “administradores de contas inativas”, para seus serviços de Gmail, armazenagem de arquivos na nuvem e outros.

Qual a vantagem de se manter uma rede social depois de morto? Os herdeiros da conta serão capazes de administrar contas de forma a transformar a página do falecido no Facebook num tipo de túmulo digital. Os herdeiros da conta podem escrever uma mensagem para ser exibida no topo do perfil do amigo morto, mudar a foto do perfil e até responder a novos pedidos de amizade em nome do falecido.

Se eles tiverem permissão prévia, esses herdeiros da conta também podem baixar um arquivo com as postagens e fotos do falecido, mas não o conteúdo de suas mensagens privadas.

Configurar a morte

Tudo isso é opcional. Se você não fizer nada, quando o Facebook descobrir que você morreu, ele simplesmente irá congelar sua conta e tratar mensagens e fotos de acordo com o configurado em seus ajustes de privacidade, um processo que a rede social chama de “memorialização”. O Facebook informou que já fez isso com centenas de milhares de contas até o momento. (Da mesma forma que antes, o Facebook não exibirá propaganda nas contas “memorializadas”.)

Ser um “contato herdeiro” é diferente de simplesmente acessar uma conta de alguém que morreu, e há coisas importantes que os herdeiros não podem alterar. Eles não podem editar o que os mortos já postaram ou o que seus amigos e amigas postam na página. Se você escolher postar uma foto que vai se tornar constrangedora quando você morrer, o seu herdeiro não poderá fazer nada sobre isso. Um “contato herdeiro” não pode excluir uma conta integralmente.

Essas restrições podem aborrecer alguns herdeiros que pensam que sua função é manter a página do Facebook como o memorial mais bonito possível. “Pensamos muito nisso e finalmente decidimos contra, nessa primeira versão”, diz Jodi Seth, porta­voz do Facebook. A empresa teme que as responsabilidades de curador aumente a carga emocional dos herdeiros, entre outras preocupações.

Para selecionar seu herdeiro, o usuário precisará acessar a opção de segurança no menu de configurações e, então, selecionar o herdeiro no fim da página – o processo é o mesmo tanto para o site quanto para o aplicativo móvel do Facebook. Lá você pode designar um amigo do Facebook (ou seja, apenas alguém que já faça parte da rede social), e dar a ele a permissão para fazer o download de um arquivo com seus dados, ou optar pela exclusão de sua conta depois da sua morte.

Há algumas ressalvas: você pode selecionar apenas uma pessoa – sem reservas – e então cônjuges e parceiros que frequentemente viajam juntos podem enfrentar uma escolha difícil para designar um a outro. Seth diz que o Facebook continua pensando em como ele pode permitir herdeiros contingenciais.

Os membros do Facebook podem mudar seus herdeiros em qualquer momento enquanto vivos, mas os herdeiros não podem repassar a responsabilidade para outra pessoa. Se você não escolher um herdeiro no Facebook, mas nomear um herdeiro digital em seu testamento legal, o Facebook irá designar essa pessoa.

É exaustivo pensar que o Facebook se tornou tão envolvido em nossas vidas que temos que pensar não apenas em configurar nosso aniversário, relacionamentos e empregos, mas também nossa morte. Ainda assim, o novo serviço do Facebook autoriza as pessoas a fazerem escolhas sobre seus dados enquanto elas ainda estão vivas, o que para muitos é um alívio.

Tire suas dúvidas clicando AQUI





Postar um comentário