sábado, 14 de novembro de 2015

SESSÃO DA CÂMARA DE UBAJARA É MARCADA PELO BATE-BOCA E DENÚNCIAS DE DESVIO DE DINHEIRO


A última sessão da câmara municipal de Ubajara (13), já iniciou-se com uma denúncia do secretário geral de governo Alexandre Lima de Moreira contra o vereador e presidente da câmara, Emílio de Oliveira Silva. Segundo o denunciante, o presidente da câmara utilizou-se do seu cargo para emitir uma diária de R$730,00 para o vereador Eriberto, valor esse que ele desconhece ter recebido.
A denúncia do secretário de governo foi baseada na lei federal nº 201/77 e a votação da câmara foi feita pela lei estadual 15.550/95. Em suma, as duas leis servem para a mesma coisa, que é o processo de cassação do mandato de um prefeito ou um vereador pela câmara, a diferença se encontra somente sobre a votação do acatamento ou não da denúncia, na lei federal a denúncia somente é recebida pelo voto da maioria dos presentes, já a estadual precisa-se de 2/3 dos votos, que no caso do plenário municipal são 6 votos.
Cincos vereadores votaram a favor do recebimento da denúncia (Amadeu Carvalho, Antônio Prado, Antônio José, Alexandre Ferreira de Aguiar e Eriberto Evangelista), sendo assim a denúncia não foi acatada, sendo arquivada.
Em reposta as acusações o presidente e vereador Emílio de Oliveira Silva, afirma que o vereador Betão, recebeu o cheque com o valor das diárias de R$ 730,00 e todo o processo de pagamento está na câmara e assinado pelo próprio vereador. Abaixo os documentos que segundo o presidente comprovam o recebimento:


Nos momentos finais, aconteceu um bate boca entre vereadores e um espectador, esse que foi ameaçado de ser retirado do plenário e afirmou que iria fazer um B.O contra o vereador Betão por uma ameaça. Veja o vídeo abaixo que demonstra provocações e intenso Bate Boca na Câmara Municipal de Ubajara.
 

Saiba mais sobre o caso acessando AQUI.

Fonte: Ubajara Notícia


Postar um comentário