sábado, 10 de dezembro de 2016

CAIXAS ELETRÔNICOS DO BB NAS CIDADES DE URUOCA, GRANJA E CAMOCIM FICAM SEM DINHEIRO



Diversos clientes reclamaram que não há dinheiro em todos os caixas de autoatendimento, o que acaba gerando outras complicações, como aumento no tamanho das filas fazendo com que muitos desistam. 




Quem procurou as agências do Banco do Brasil nas cidades de Uruoca, Granja e Camocim na tarde desta sexta-feira (09) e manhã de sábado (10), encontrou dificuldade para encontrar dinheiro nos caixas eletrônicos. Segundo informações de servidores públicos municipais, foi preciso percorrer cerca de 60 km de distância para retirar o salário.

“Na cidade de Granja a agencia estava lotada e nem todos caixas tinham dinheiro, voltei até a agencia em Uruoca também não tinha, passei direto por Senador Sá, parei em Massapê onde consegui fazer o saque, achei que iria parar em Sobral”, contou Gustavo, servidor público de Martinópole.

“Fui até a cidade de Camocim, litoral oeste, para conseguir sacar dinheiro, mas quando finalizei o processo, faltou dinheiro para as demais pessoas que estavam na fila. É uma falta de respeito”, declarou Gerônimo, que mora na localidade de Privat, município de Granja, durante entrevista ao Blog Acontece.

Diversos clientes reclamaram que não há dinheiro em todos os caixas de autoatendimento, o que acaba gerando outras complicações, como aumento no tamanho das filas fazendo com que muitos desistam.

Denuncia

As agências bancárias têm o dever de ofertar o serviço com regularidade aos clientes, segundo o Código de Defesa do Consumidor. Se verificada a constante escassez de dinheiro, ocorre prejuízo para quem precisa do serviço.

Fale com a Ouvidoria BB - o contato com a Ouvidoria BB pode ser feito, tanto pela Internet, como pelo telefone 0800-729-5678 (discagem gratuita). - 0800 729 0088 (para deficientes auditivos ou de fala)

Do blog: - “Algumas "prefeituras" nem pagaram o salário de dezembro como também a gratificação de natal, imagina se tivesse. Já não basta os salários atrasados de alguns servidores, e ainda ter que peregrinar de cidade a cidade, de agencia a agencia para poder receber o pouco salário que o trabalhador tem direito e ainda não consegue?”.
Fonte: Destaques da Semana
Postar um comentário