terça-feira, 12 de junho de 2012

PSB descarta apoio a Elmano Freitas em Fortaleza

 Cid Gomes confirmou que não aceita indicação de Elmano Freitas para a sucessão de Luizianne Lins.

Está oficializado o rompimento da aliança PSB-PT em Fortaleza. O anúncio foi feito na noite desta segunda-feira (11), em reunião das executivas estadual e municipal do PSB, em um hotel da capital.  O partido do governador Cid Gomes decidiu que lançará candidato próprio na disputa pela Prefeitura de Fortaleza, em outubro. 
O governador Cid Gomes disse que o candidato indicado por Luizianne Lins significa a continuidade de modelo que o PSB entende como exaurido e que, nesses termos, descarta qualquer possibilidade de apoio a Elmano Freitas.
Durante o encontro, que ocorreu a portas fechadas, Cid Gomes que o PSB tem três nomes que vão disputar a indicação do partido: o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Roberto Cláudio, o ex-secretario especial da Copa, Ferrúcio Feitosa, e o vereador Salmito Filho. A escolha do candidato será feita em convenção marcada para o próximo dia 24.
O PSB puxou o amplo arco partidário em uma aliança com o PT que vem de duas eleições, mas que, diante dos últimos acontecimentos, o esfacelamento dessa união já se mostrava previsível. O ex-chefe de gabinete do Governo, Ivo Gomes, não esteve presente à reunião.
Retórica
Cid Gomes, no entanto, procurou evitar o uso da expressão "rompimento político".  Para isso, afirma que o PSB até admite conversar com o PT, desde que o partido indique outro nome para o lugar de Elmano Freitas. Entre os nomes que poderiam agregar nas negociações estão os três ex-secretários que deixaram os cargos no Governo: Nelson Martins, Camilo Santana e Francisco Pinheiro.
Na semana passada, a presidente estadual do PT, Luizianne Lins, informou que não vai mudar o pré-candidato do partido à Prefeitura de Fortaleza.
CNEWS
Postar um comentário