quinta-feira, 18 de outubro de 2012

A INFLUÊNCIA DAS REDES SOCIAIS NA POLÍTICA


Já é mais do que sabido que os conteúdos que circulam nas redes sociais influenciam nossas decisões. Na hora do voto não é diferente. A política tem se transformado depois que as pessoas começaram a utilizar seu tempo livre para opinar no espaço público virtual. Assim, a rede não apenas se firma como plataforma de mobilização social, como ainda se torna o lugar da própria produção da política
Não é à toa que Políticos de todo o mundo invadiram a internet depois do sucesso da estratégia de campanha de Barack Obama durante as eleições americanas de 2008, onde utilizou das redes sociais como Facebook, MySpace, YouTube, Flickr, AsianAve e Twitter – por onde o democrata, depois de eleito, anunciou o nome de seu vice, Joe Biden. Chefes de estado e de governo como Nicolas Sarkozy (França), Angela Merkel (Alemanha), Silvio Berlusconi (Itália) foram alguns líderes que seguiram os passos do americano. No Brasil, o interesse da classe política pelo assunto já está sendo considerada a nova estratégia de marketing político para as eleições.
O grupo ACONTECE por meio das redes sociais como Facebok, You Tube, Blogger e Twitter contribuiu de forma positiva para a mudança no cenário político no município de Martinópole-CE. Veja aqui. De forma imparcial o grupo por meio de suas postagens e atualizações de status instigou e sensibilizou as pessoas para uma nova visão no que diz respeito ao direito de escolha de seus candidatos sem se sentir coagidos ou na obrigação de votar em fulano de tal só por ter sido beneficiado com algum projeto social do governo.

“Os eleitores irão usar as redes sociais para discutir sobre sua campanha, seu partido e passado político, estando você ou não nas redes sociais.”

Exemplo da influência das redes sociais na política Brasileira:

“FAÇA UM VEREADOR TRABALHAR, NÃO REELEJA.”
“APOSTE NO NOVO, MUDANÇA PARA O POVO”
“POPULAÇÃO USA REDES SOCIAIS E MUDA DECISÕES POLITICAS NO INTERIOR DE SP.”
“GRUPO DE RIBEIRÃO PRETO PRESSIONOU VEREADORES A DIMINUIR REAJUSTE SALARIAL.” Revista Exame
“MARCHA CONTRA A CORRUPÇÃO REUNE 15 MIL NA ESPLANADA. MOBILIZAÇÃO FOI FEITA PELAS REDES SOCIAIS.” Jornal R7
  
Indignação virtual:
O especialista em marketing político, o consultor Gaudêncio Torquato, diz que as redes sociais podem mudar a cultura de participação dos brasileiros no processo político. “Agora, existe a opinião pública virtual, que é muito influenciada pelo que circula na internet”, explica. “Nunca se viu tanta propagação de mensagens de interesse político na internet: se acontece um escândalo, uma votação polêmica em Brasília, imediatamente as pessoas começam a se manifestar nos blogs e twitters.”
Segundo Torquato, todas as consultorias em marketing político já estão estudando estratégias que utilizam as ferramentas da internet para nas eleições. “São mais de 50 milhões de pessoas utilizando a web hoje no país. Não dá para ignorar esse número.
Postar um comentário