sábado, 31 de janeiro de 2015

EUNÍCIO É RECONDUZIDO À LIDERANÇA DO PMDB POR UNANIMIDADE

Em reunião nesta sexta-feira (30), a bancada do PMDB decidiu, por unanimidade, pela recondução do senador Eunicio Oliveira (CE) à Liderança do partido no Senado. O cearense segue por mais dois anos à frente da maior bancada partidária na Casa, com apoio de todos os parlamentares. A Bancada também definiu o nome do Senador Renan Calheiros (AL) como candidato à presidência do Senado.

Eunício manifestou disposição em continuar trabalhando pela unidade e o fortalecimento do partido, colocando em pauta discussões defendidas pela população como reforma política, manutenção de direitos trabalhistas e ações de incentivo à economia nacional.

O líder ainda defendeu uma agenda de debates com os seis ministros peemedebistas (Agricultura, Minas e Energia, Turismo, Pesca, Secretaria dos Portos e Aviação Civil) tornando as ações desenvolvidas em cada pasta de conhecimento geral e incentivando a construção de projetos que possam colaborar com cada área.

Na reunião, 15 dos 19 senadores do PMDB manifestaram apoio à indicação do senador Renan Calheiros (AL) como representante do partido na eleição para presidência da Casa, no próximo domingo. Assim como determina o regimento, o partido com a maior bancada no senado deve indicar o nome que disputará o cargo.

Na tentativa de unificar a legenda, Eunício informou que buscou diálogo com todos os parlamentares até o último minuto antes da reunião, fazendo referência a candidatura avulsa do senador Luiz Henrique (SC).

Como líder, passei esses últimos dias tentando fazer o entendimento para a unificação da bancada. O líder do partido tem esse dever de mediar essas manifestações que são democráticas, disse.

Como candidato a reeleição, Renan Calheiros recordou as últimas ações desempenhadas a frente da presidência do Senado, inclusive citando a modernização da casa, as iniciativas de aproximação do parlamento com a sociedade, mecanismos de transparência e economia de gastos.

Para os próximos dois anos, o indicado do PMDB defendeu a independência do poder legislativo, o equilíbrio entre os poderes da república e a garantia do direito fundamental de manifestação e representação dos partidos opositores. O protagonismo do Senado será notado pela candidatura que defende o equilíbrio e que luta pelo fortalecimento do parlamento, assegurou.

A eleição para presidente do Senado acontece após a posse dos novos senadores, marcada para às 15 horas. O novo presidente da Casa precisa ser eleito por maioria simples do totl de senadores presentes ao processo de votação secreta.

Bancada Feminina

As mulheres peemedebistas foram destaque na reunião desta sexta-feira. Eunício fez questão de apresentar aos colegas parlamentares as três novas senadoras que serão empossadas do domingo. Rose de Freitas (ES), Simone Tebet (MS) e Sandra Braga (AM), além da reeleita Kátia Abreu (TO), segundo o líder, fazem parte da renovação da bancada e reafirmando a pauta pela ampliação dos direitos, defesa e maior espaço de representação das mulheres.




Postar um comentário