quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

DEPUTADO DUQUINHA QUER PROIBIR VENDA DE REFRIGERANTES NAS ESCOLAS DO CEARÁ




Salgadinhos e pipocas industrializadas
 e alimentos com gordura vegetal hidrogenada
também podem ter vendas proibidas. 
Foto: Reprodução da Internet

Está tramitando na Assembleia Legislativa do Ceará, um projeto de Lei do deputado Manoel Duca (PROS), que quer proibir a venda de refrigerantes e alimentos congêneres nas dependências das escolas públicas do Estado.

Segundo a proposta, para efeitos da Lei, consideram-se alimentos congêneres sucos artificiais, salgadinhos e pipocas industrializadas e alimentos com gordura vegetal hidrogenada.

O objetivo da matéria é contribuir para a educação alimentar e nutricional; gerar hábitos alimentares saudáveis; prevenir doenças por meio da alimentação saudável e adequada; e resguardar a qualidade de vida da população a médio e longo prazo.

Em sua justificativa, Duca diz que a “Constituição Federal prevê a proteção à saúde, ressaltando que a capacitação de funcionários e a fiscalização sanitária independem de previsão orçamentária, pois são atos administrativos que já ocorrem no âmbito da administração pública”
 

A proposta do deputado já causou polêmica entre os internautas:



Com informações: Diário do Nordeste

Postar um comentário