terça-feira, 22 de setembro de 2015

O QUE É MELHOR PARA SE ELEGER: PROPOR OU ATACAR?



Esta é uma discussão infindável nas campanhas políticas, sobretudo naquelas para cargos executivos, nas quais a disputa inevitavelmente tende a se polarizar e a personalizar-se.
A verdadeira dúvida reside na incerteza sobre (1) a eficiência de um ou outro curso de ação; e (2) sobre a reação do eleitor a eles.
A resposta “politicamente correta” a esta dúvida é que sempre o melhor é propor, isto é, fazer uma campanha afirmativa, e vencer o(s) adversário (s) pela superioridade das propostas.
As próprias pesquisas ajudam pouco. Por perceber que o “politicamente correto” é pronunciar-se a favor da campanha propositiva, os entrevistados na sua maioria, invariavelmente tendem a escolher esta alternativa. (Política para políticos)

Postar um comentário