segunda-feira, 7 de março de 2016

MUTIRÃO DEVERÁ RESOLVER PENDÊNCIAS DE OBRAS PARADAS EM 30 MUNICÍPIOS CEARENSES


                                       Reprodução: pagina da Aprece no Facebook

Nos meses de março e abril de 2016, a Associação dos Municípios do Ceará (Aprece) e a Caixa Econômica Federal irão realizar a Força-Tarefa pelo Fim de Obras Paralisadas. A ação trata-se de um mutirão que terá o objetivo de resolver pendências de obras antigas e que não foram concluídas de 2011 para trás em 30 municípios cearenses.

De acordo com a Aprece, as cidades que se encaixam nessa situação e serão atendidas pelo mutirão são: Alto Santo, Apuiarés, Aracoiaba, Aratuba, Baturité, Canindé, Cascavel, Chorozinho, Coreaú, Crateús, Granja, Ipu, Itaitinga, Itarema, Itatira, Jaguaruana, Limoeiro do Norte, Marco, Massapê, Meruoca, Miraíma, Ocara, Pacajus, Pacoti, Paracuru, Paraipaba, Quixadá, Santana do Acaraú, São Benedito e Tianguá. As atividades começam amanhã (08) e  prosseguem até o dia 19 de abril.

Para viabilizar os atendimentos a Aprece e a Caixa formataram um calendário, contemplando um atendimento por turno. A ideia é disponibilizar todo o tempo necessário para discutir as pendências com os prefeitos e secretários municipais de infra-estrutura. Os municípios serão atendidos na sede da Aprece, nos dias e horários previamente estabelecidos.

O Gerente Executivo de Governo Fortaleza da Caixa, Celso Lelis informa que grande parte dessas obras tem recursos em conta. Segundo ele, o objetivo do mutirão de atendimentos é oferecer alternativas para viabilizar a conclusão das mesmas ou seu encerramento oficial, por meio de redução de metas e com retorno de valores aos ministérios. “Nosso objetivo é reduzir ao máximo o número de obras paralisadas, evitando tomada de contas e prejuízos para os municípios e seus gestores, atuais ou antigos”, disse. 

Confira AQUI o Calendário de atendimentos da Força-Tarefa pelo Fim de Obras Paralisadas.

Com informações da Aprece via Folha Granjense


Postar um comentário