sábado, 14 de maio de 2016

JUSTIÇA INTIMA EXECUTIVO MUNICIPAL DE MARTINÓPOLE PARA SE POSICIONAR A RESPEITO DO CONCURSO PÚBLICO



O grupo de vereadores da base oposicionista ao prefeito de Martinópole James Bel, resolveram não aguardar um parecer do Ministério Público e entraram com uma ação popular em desfavor do executivo municipal e contra o Procurador Geral do Município, Francisco Leonardo, pois segundo informações consta no MP local um processo pedindo a suspensão do Concurso Público realizado no município.

Os vereadores Ney Monte, Minoso, Simone da Paz, Rógisla Fernandes, e Etevaldo, também solicitaram na dita ação, a suspensão das contratações temporárias a fim de que seja homologado o concurso e providas as vagas dos aprovados.

Em despacho publicado nesta quinta-feira (12), o juiz Fábio Falcão intimou o executivo municipal, para que no prazo de três dias se manifeste a respeito do pedido, apresentando no momento, toda a documentação referente aos contratos temporários assinados em 2015 e 2016. O magistrado determinou ainda a remessa das cópias integrais do processo administrativo instaurado que suspendeu o concurso público.

Segundo o magistrado, após manifestação do município só então decidirá quanto ao pedido de suspensão dos contratos temporários e imediata homologação do concurso.
Com Camocim Online
Postar um comentário