quarta-feira, 18 de maio de 2016

TRÊS INSTITUIÇÕES SÃO IMPEDIDAS DE OFERTAR CURSOS DE GRADUAÇÃO NO CEARÁ



O Ministério Público Federal no Ceará (MPF/CE) obteve a condenação de três instituições de ensino por oferecimento ilegal de cursos de nível superior. Com a sentença, a Faculdade do Noroeste Cearense (Fanorce), o Instituto Vale do Coreaú (IVC) e o Instituto Superior de Ciências e Educação Brasiliense (Inscieb) ficam impedidas de realizar novas matrículas, seleções e vestibulares.

As instituições também tiveram um total de R$ 5 milhões em bens indisponíveis. Na ação que resultou na condenação, é relatado que o IVC ofertava diversos cursos de ensino superior, sem o reconhecimento oficial, alegando que possui convênios e contratos de cooperação com outras instituições de ensino que chancelariam as graduações e emitiriam certificados.  A Fanorce e o Inscieb não são instituições de ensino superior reconhecidas pelo Ministério da Educação (MEC) e, portanto, não poderiam celebrar tais convênios.

Ainda segundo o MPF, o IVC estava causando prejuízo aos alunos e frustrando a expectativa de pessoas que buscavam formação superior oficialmente reconhecida. A conduta pode, inclusive, ser enquadrada como crime de informação ou comunicação enganosa de acordo com o Código de Defesa do Consumidor.

A ação foi ajuizada pelo procurador da República Ricardo Magalhães de Mendonça, do MPF no município de Itapipoca. A decisão a favor da condenação foi do juiz federal Marcelo Sampaio Pimentel Rocha, da 27ª Vara da Justiça Federal do Ceará.
Com Informações da Tribuna do Ceará via Sobral Online
Postar um comentário