sábado, 10 de setembro de 2016

REDE MUNICIPAL DE MARTINÓPOLE ULTRAPASSA META DO IDEB 2015 NOS ANOS INICIAIS E ANOS FINAIS

Meta estabelecida é ultrapassada na Rede Municipal de Ensino de Martinópole. Esta confirmação se deu após a divulgação dos números do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) de todo o Brasil, informados nessa quinta-feira (08) pelo Ministério da Educação (MEC).

De acordo com os dados publicados,  a meta estabelecida para os anos iniciais do ensino fundamental, etapa que vai do 1º ao 5º ano, ultrapassou com diferença significativa. Da nota projetada de 4,3, foi observada 6,5, uma nota que era esperada apenas após 2021 para os anos iniciais.

Já no que diz respeito aos anos finais do ensino fundamental, que vão do 6º ao 9º ano, os números apontaram um Ideb observado de 4,3 ante uma projeção de 4,9 para 8ª séria (9º ano).


Esse é apenas um dos parâmetros em que Martinópole se destaca na primeira parte do ensino fundamental. As 3 primeiras posições são todas ocupadas por escolas do Ensino básico (5º ano). O desempenho mais significativo foi da escola municipal Professor João Ricado, com nota 7,0 no Ideb. 

Vale lembrar que o Ideb é um indicador de qualidade dos ensinos fundamental e médio e avalia a qualidade do ensino no país, com base em dados sobre aprovação e desempenho escolar obtidos por meio de avaliações do MEC.


No caso de Martinópole, com relação aos anos iniciais os números apontam o registro da maior nota já registrada no índice, enquanto nos anos finais os dados demonstram um crescimento contínuo dos números.

DADOS DO BRASIL - Desde a criação do indicador, foram estabelecidas metas que devem ser atingidas a cada dois anos por escolas, prefeituras e governos estaduais. Nos anos iniciais do ensino fundamental, apenas três estados não cumpriram em 2015 as metas previstas para as unidades federativas: Amapá, Rio de Janeiro e Distrito Federal. Nos anos finais, apenas cinco estados cumpriras as suas metas: Pernambuco, Amazonas, Mato Grosso, Ceará e Goiás.

Já no ensino médio, Amazonas e Pernambuco cumpriram a meta para a etapa consideradas as escolas públicas e privadas. Considerando apenas as escolas públicas, além dos dois estados, Goiás e Piauí atingiram suas metas.

COMO É CALCULADO O IDEB?  O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) é um indicador de desempenho da educação brasileira divulgado a cada dois anos pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), autarquia do Ministério da Educação (MEC).

O Ideb relaciona duas dimensões: o desempenho dos estudantes em avaliações de larga escala e a taxa aprovação. O desempenho é calculado a partir da Prova Brasil/Saeb, quando os estudantes do 5º e do 9º ano do Ensino Fundamental e da 3ª série do Ensino médio são avaliados em Leitura e Matemática.

Os dados de aprovação são verificados a partir do Censo Escolar da educação Básico, realizado anualmente. O Ideb é calculado para escolas e para sistemas de ensino que monitoram o seu desempenho em relação a metas individuais pactuadas com o governo federal. O índice varia de 0 a 10: quanto maior for o desempenho dos alunos e o número de alunos promovidos, maior será o Ideb.
* Com informações do INEP e Agência Brasil
Postar um comentário