quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Primeira-dama de Limeira (SP) é presa junto com filhos e irmãs durante operação do MP

A primeira-dama de Limeira (151 km de São Paulo), Constância Félix –mulher do prefeito Sílvio Félix (PDT)–, os dois filhos do casal e duas irmãs dela foram presos nesta quinta-feira (24) em uma operação do Ministério Público estadual. Ao todo 12 pessoas foram detidas.
Constância é investigada pela Promotoria sob suspeita de lavagem de dinheiro, formação de quadrilha, sonegação fiscal, furto qualificado e falsidade ideológica em um esquema que atuava na cidade.O grupo é suspeito de realizar a lavagem de pelo menos R$ 20 milhões, segundo o Ministério Público.
O assessor político da Prefeitura de Limeira, Carlos Henrique Pinheiro, também foi detido. Os filhos do casal foram presos em outras cidades: Maurício Félix em Piracicaba (160 km de São Paulo) e Murilo Félix, na capital paulista.
Também foram detidas as irmãs da primeira-dama, Verônica Dutra Amador e Lucimar Berberti, o contador do prefeito, Daniel Henrique Gomes da Silva, o empresário Carlos Roberto de Sousa Garcia, e uma mulher suspeita de ser “laranja” do suposto esquema, Lucélia Baliani.
Durante a operação, o Ministério Público apreendeu documentos e computadores na casas dos investigados. Todos eles foram levados para a Delegacia Seccional de Limeira, onde serão ouvidos.
A operação foi realizada por promotores do Gaeco (Grupo de Atuação Especial contra do Crime Organizado) do Ministério Público. A ação teve o apoio de policiais da Rota (Rondas Ostensivas Tobias Aguiar).
O prefeito Sílvio Félix declarou pela manhã que desconhecia o teor da investigação. Até as 15h, a Prefeitura de Limeira não havia se manifestado oficialmente sobre o caso.
A primeira-dama era também chefe de gabinete da 4ª vice-presidência da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo.Ela era contratada em cargo comissionado pelo deputado estadual Rafael Silva (PDT), que tem Ribeirão Preto (313 km de SP) como base eleitoral. Ele declarou no início desta tarde de quinta-feira que ela foi exonerada do cargo.
O prefeito de Limeira, Sílvio Félix (PDT), negou conhecer qualquer irregularidade praticada por sua mulher, Constância Félix, para desvio de recursos públicos no município do interior de São Paulo. Constância foi presa na madrugada desta quinta-feira (24) em uma operação do Ministério Público. Ela é investigada por lavagem de dinheiro, formação de quadrilha, sonegação fiscal, furto qualificado e falsidade ideológica. Os valores da lavagem de dinheiro, segundo o MP, podem ultrapassar R$ 20 milhões.
 Dois filhos de Constância (Mauricio e Murilo Félix) e duas irmãs dela (Verônica Dutra Amador e Lucimar Berberti Dutra) também foram detidos por policiais civis durante a operação. Ainda segundo o MP, o assessor político do prefeito Sílvio Félix, Carlos Henrique Pinheiro, também foi preso. As investigações apontam que o contador Daniel Henrique Gomes da Silva e Lucélia Baliani eram laranjas do esquema investigado. Gomes da Silva também trabalhava para o prefeito de Limeira. Foram presos ainda Isaias Ribeiro e Maria Alves de Sousa. O prefeito de Limeira convocou uma entrevista coletiva à imprensa na tarde desta quinta para comentar as prisões.
COITADINHA DELA, DAR ATÈ PENA...
Fonte: G1.globo.com

Postar um comentário