terça-feira, 23 de setembro de 2014

A RESISTÊNCIA DE EUNÍCIO E A TOADA DE CAMILO

Da Coluna Política, no O POVO desta terça-feira (23), pelo jornalista Érico Firmo:
Numa primeira análise, a pesquisa O POVO/Datafolha pode parecer boa para Camilo Santana (PT). Cresceu e o principal adversário ficou parado. O olhar mais detido, porém, permite extrair outras informações. Primeiro, a impressionante resistência de Eunício Oliveira (PMDB). Desde as primeiras pesquisas, ainda em 2013, sempre se manteve acima de 40% das intenções de voto. Além disso, a arrancada de Camilo, impressionante no primeiro momento, perde força.
Em 3 de setembro, quando foi divulgada a rodada anterior do Datafolha, a coluna apontou: “(…) o crescimento de Camilo era natural e previsível. Mas esse primeiro impulso era, também, o mais fácil. O ponto é: qual a margem para continuar a avançar? Seguirá no mesmo ritmo? (…) essa intensidade de crescimento dificilmente será mantida. Terá Camilo atingido seu teto ou seguirá avançando? São questões que as próximas pesquisas responderão”.
Pois bem, o ritmo caiu, e muito. Essa toada não serve para Camilo. A diferença era de 10 pontos no começo do mês. Duas semanas depois, chegou a sete. A eleição será em duas semanas. A seguir no mesmo ritmo e reduzir mais três pontos, Eunício pode vencer no 1º turno. Daqui para frente, o petista acelera ou segue nesse fôlego cansado? Na resposta a essa pergunta está o resultado da eleição.
Via Blog do Eliomar


Postar um comentário